segunda-feira, 28 de outubro de 2013

História Bíblica - Josias: historia, atividades e recursos visuais

Josias, menino fiel, rei fiel


Versículo para decorar: “Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti. (Sl 119:11)”

Brincadeira: passa-Bíblia ou outra
Mensagem: Reis 22: 1-2, 23:19-24, II Crônicas 34:3-33
Sensibilização: 
-Vamos imaginar uma árvore cheia de frutos maduros. O que vocês acham que aconteceria com os frutos se ninguém fosse colhê-las? Com o tempo, elas apodreceriam porque estão maduros.


-Assim como as frutas são as crianças que estão no mundo. Existem crianças que já estão madurinhas (prontas) para serem colhidas para Cristo. E se ninguém for colhê-las (falar de Jesus para elas), elas irão se perder, irão apodrecer assim como as frutas ou outras pessoas ou coisas a colherão.


-Os adultos pensam que crianças não são capazes de tomar decisões sérias, que não são responsáveis não é?


-Quem aqui é inteligente? Você é responsável? Já ouviram falar de outras crianças que tiveram que tomar decisões sérias?


-A Bíblia nos conta uma história de uma criança especial que não deixou seus frutos se perder. Ele reinou sobre Jerusalém com apenas 8 anos de idade. Seu nome era Josias. Ele, mesmo sendo criança salvou da perdição toda uma nação.


-Vamos ouvir a história:

O rei Josias teve um pai tão mau, tão mau, que governou apenas 2 anos e foi morto pelos funcionários do palácio. Seu avô, Manassés, também havia sido terrível, era um rei que se divertia inventando maldades. Nesse clima, Josias viveu os primeiros anos de sua vida. Quando o pai foi assassinado, ele estava com apenas 8 anos, mas mesmo assim foi coroado rei. Essa era uma forma de respeitar a lei,mas eu acho que,no fundo, os líderes políticos e religiosos tinham alguma esperança de que aquele garotinho, esperto e dedicado, fosse diferente do pai e do avô.
Alguém pode perguntar: Por que ele teve que ser rei de uma nação tão criança? Não havia outra pessoa?
Naquele tempo, os filhos dos reis eram seus sucessores. E Josias era filho único do rei Amon. O rei Amon (assim como os outros reis antes dele) não fez o que era agradável aos olhos do Senhor: se ajoelhava e adorava a outros deuses e ídolos, em seu reino o povo praticava feitiçarias e adivinhações e, além disso, ele era um rei tão malvado que os próprios servos, um dia quando ele estava dormindo em seu quarto, mataram-no. Como ele não tinha outro filho mais velho, o povo constituiu Josias como rei. 
Josias era apenas uma criança e recebeu uma enorme responsabilidade: governar uma nação! Já pensou se isso acontecesse com você, e você ficasse sozinho para cuidar de tudo: da casa, pagar as contas, fazer compras, limpar, cozinhar, lavar, etc. Como você se sentiria? Talvez Josias tenha se sentido assim, com medo diante do que iria acontecer. Certamente havia ao seu lado pessoas que cuidavam dele, ensinavam-lhe, davam-lhe direção. Assim como seu pai, sua mãe, seus professores, seu discipulador, seu pastor faz com você. E Josias ouvia tudo com atenção.
Quando Josias tinha 16 anos, a Bíblia diz que ele começou a buscar o Deus de Davi. Ele já tinha ouvido sobre o Deus Todo Poderoso, e tudo o que havia feito por Israel, Seu povo, Ele sabia que seu pai Amom e seu avô Manassés haviam feito o que era errado diante de Deus.
Uma coisa interessante na história do rei Josias foi que ele mesmo sendo neto e filho de reis maus, ele não seguiu o exemplo deles.
Como você acha que deveria ser o comportamento de Josias, diante do que aprendia na sua casa, com seu pai e com seu avô? Geralmente, é de se esperar que os filhos sigam o exemplo de seus pais, não é? Mas Josias fez diferente. Sabia que havia um Deus, e, ao se tornar adolescente, procurou conhecer e aprender desse Deus. 
Aos vinte anos, após um tempo dedicado a conhecer ao Senhor, Josias começou a pu­rificar Judá e Jerusalém. Tirou do templo as imagens de escultura que haviam sido colocadas por seu pai e derrubou os altares construídos para sacrifícios a deuses estranhos. Fez ainda mais: trabalhou para restaurar o templo do Senhor.
E, enquanto trabalhavam ali, o sacerdote Hilquias encontrou o livro da lei, onde estavam escritos os mandamentos dados pelo Senhor a Moisés. Então Safã, o escrivão, leu o livro para o rei o livro, que, ao ouvir as palavras que estavam ali escritas, ficou tão impactado que rasgou suas vestes.
O rei Josias fez um pacto com Deus de andar em Sua presença, e guardar os Seus mandamentos, e também levou o povo a fazer o mesmo.
Ele mudou o comportamento de um povo a partir do seu próprio comportamento. Israel havia se afastado dos caminhos do Senhor por causa dos maus reis que haviam subido ao seu trono, mas Josias mudou a história quando buscou conhecer ao Senhor e andar em Sua presença.


O QUE NÓS APRENDEMOS COM SUA HISTÓRIA:
1. Ele valorizou a Palavra de Deus. O que é valorizar? É levar a sério. Josias levou a sério o que a Palavra de Deus diz. Seguiu o que estava escrito. Você leva a sério a Palavra de Deus?


2. Josias rejeitou muitas coisas por causa da Palavra de Deus: falsos deuses, feitiçarias, etc.


3. Religiões, filmes, desenhos, novelas e até músicas ensinam para as crianças muitas coisas que não agradam a Deus, como: feitiçarias, adoração a ídolos, violência, sensualidade...Você é capaz de rejeitar essas coisas por causa da palavra de Deus?


4. Faça como Josias, tire essas coisas de sua vida e não com pessoas que praticam o que não agrada a Deus e você será bem sucedido, assim como Josias foi.


5. Seja um exemplo, se quiser agradar a Deus e quiser colher muitos frutos maduros.


6. Josias não deixou os frutos apodrecerem, ele tratou de colhê-las.


7. Nós somos frutos já colhidos e nos tornamos ceifeiros....

Fonte: http://geracaodesamuelieq.blogspot.com.br



Atividades e recursos visuais








Fonte: Blog Tia Alê

Um comentário:

Brava Cursos Online com certificado.